Quem estiver com intenções de fazer a linda rota atravessando a região da Normandia, não pode deixar de incluir no roteiro a cidadezinha encantadora de Étretat, ainda pouco conhecida pelos brasileiros.

Étretat sempre esteve na minha lista de cidades da França para conhecer, sempre na rota que pegamos aqui para visitar a família do meu marido, porém nunca reservamos um tempo para conhecê-la. Um pouco depois do meu aniversário, planejamos um fim de semana para descansar por perto de Paris e assim chegou a vez de explorar os encantos de Étretat que eu conhecia somente pelas belissímas fotos de sua praia e falésias.

Étretat é muito famosa aqui na França pelo tradicional romance do escritor francês Maurice Leblanc, « A Agulha Oca ». O romance  fala do personagem Arsène Lupin e o esconderijo do tesouro dos reis da França na famosa pedra Aiguille Creuse, uma pedra em forma de agulha que podemos ver em diversos pontos da praia e das falésias de Étretat.

Sem dúvida nenhuma é um visual extraordinário lá de cima das falésias, mas o verdadeiro tesouro que me surpreendeu em Étretat foi um « hôtel particulier » de 1738, uma mansão de época que nos acolheu durante o fim de semana com todo charme e excelência em cada detalhe, o verdadeiro luxo do bem estar.

A decoração da maison foi toda pensada com afeto e muito bom gosto, muitos móveis vieram de várias partes do mundo criando uma atmosfera calorosa e ao mesmo tempo refinada. Na parte exterior encontramos um lindo jardim, um pomar orgânico a disposição da cozinha lindamente decorada. Um pequeno oásis em pleno centro da cidade.

O Les Tilleuls ( @lestilleuls.etretat ) é um tesouro muito bem guardado em Étretat onde tive o prazer de descobrí-lo e vivenciar várias experiências agradabilíssimas durante meus dias em Étretat.

Cercados por paisagens mágicas, o Les Tilleuls ( @lestilleuls.etretat )   é mais do que um hotel, totalmente consciente, uma de suas filosofias é a importância em tomar medidas ativas para proteger o meio ambiente e apoiar as empresas locais.

Les Tilleuls ( @lestilleuls.etretat ) seleciona cada um de seus  fornecedores para comprar produtos sazonais e ecologicamente corretos da região. A cozinha é de acordo com diretrizes saudáveis e em conexão direta com a horta orgânica no seu jardim. Outra filosofia do Les Tilleuls é promover não somente o bem estar dos seus hóspedes mas também do nosso meio ambiente.

“Les Tilleuls ( @lestilleuls.etretat )  é um lugar de vida, feito de encontros, trocas e momentos atemporais. Eu queria fazer deste paraíso normando um lugar que refletisse autenticamente os traços de minha personalidade: uma mistura de hotel e restaurante, bem-estar e desenvolvimento pessoal, eventos culturais e artísticos em uma atmosfera calorosa, íntima, carinhosa, alegre e amigável. Desejo colocar neste lugar meus valores, minhas paixões que evoluem com o tempo para oferecer aos meus hóspedes a possibilidade de descobrir e viver cada uma dessas experiências. » Camille Gersdorff ( @camille_gersdorff ), proprietária  e gerente do Les Tilleuls em Étretat, que teve sua abertura em Junho de 2019.

Várias experiências são propostas durante a estadia nesse hotel maravilhoso, uma delas é um piquenique delicioso feito com frutas e legumes do jardim e outras delícias da região. Tudo é preparado com muito carinho por David que cuida de cada hóspede com uma atenção especial, sempre com seu sorriso contagiante.

O piquenique pode ser feito nas falésias que fica a somente a 300 metros a pé do Les Tilleuls (@lestilleuls.etretat ). O importante é ter cuidado para as gaivotas não fazerem parte desta experiência, elas estão por toda parte, são gentis mas bastante atentas a comidas.

Optamos por não fazer o piquenique desta vez, pois ainda estava no iniciozinho da primavera, mesmo com um sol lindo, ventava muito no fim de semana que estivemos nesse lindo lugar. Fizemos uma caminhada bastante longa nas falésias. Começamos na Aval que fica à esquerda olhando para o mar e no dia seguinte fomos para a do lado direito, a Amont.

Muito importante para este passeio é ter um tênis confortável, levar um lenço ou cachecol pois costuma ventar muito, e dependendo do mês um gorro pode ser necessário pois o vento pode ser bem gelado. A subida requer um pouco de preparo físico mas super tranquilo se você estiver vestido adequadamente!

A vista vale qualquer esforço e é literalmente de tirar o fôlego! Na falésia Aval podemos ver o famoso cartão postal da cidade : Port d’Aval, o arco que tem um formato de um elefante mergulhando sua tromba no mar e logo ao lado a famosa « Aiguille Creuse », do romance de Maurice Leblanc.

No dia seguinte após o delicioso café da manhã fomos explorar a falésia Amont onde há uma capelinha linda chamada « Notre Dame de la Garde ». O caminho para essa falésia é mais puxado mas a vista é também extremamente gratificante, você pode ficar sentado em um banquinho contemplando por horas a vista da cidade, da falésia Aval e do mar do Norte.

Um lugar imperdível nessa falésia para os #NaturLovers é visitar Os Jardins de Etretat (@les_jardins_d_etretat ), paisagismo do futuro combinado com arte contemporânea, um verdadeiro laboratório natural criativo.

Depois dessa visita, ao lado se encontra o memorial « White Bird » (em francês, L’Oiseau Blanc), homenagem a 2 aviadores franceses que desapareceram em 1927, enquanto tentavam cruzar voando o Atlântico Norte pela 1ª vez, de Paris a Nova York. Quem realmente conseguiu a façanha foi Charles Lindbergh que, menos de 2 semanas depois, fez a travessia Nova York – Paris no « Spirit of St. Louis ». Também muitas histórias sobre a guerra podemos ver em quadros espalhados em vários pontos de Étretat.

A gastronomia de Étretat também tem o seu destaque, suas especialidades por estar a beira mar são os frutos do mar. David nos aconselhou excelentes restaurantes no centro da cidade como Le Bel Ami e Marie Antoinette que são concorridíssimos e fazer uma reserva com antecedência é essencial, David cuidou de tudo para a gente e nossas experiências gastronômicas foram excelentes.

O fim de semana chegou ao fim e partimos do Les Tilleuls ( @lestilleuls.etretat ) com aquela vontade de querer retornar em breve.  Dias de descobertas e muitas surpresas agradáveis, mas acima de tudo descanso , recarga e reconexão

About Author

Dani Maia

Fundadora do DMHLuxury Consulting Paris, Business Experiences: Fashion | Beauty | Lifestyle| Travel (França) e sócia- fundadora do “Tour Art de La Table” em Paris. Meu instagram @dmhluxury

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *