A cineasta brasileira Lyria Garcia é a diretora e roteirista do curta-metragem “Waysland – We Will Find a Way”.

O filme foi produzido e filmado nos Estados Unidos. “Waysland” conta a história de vida de duas mulheres, uma brasileira imigrante e uma americana, que vivem conflitos semelhantes e tornam-se amigas.

Apesar de todos os desafios, o cinema nacional vem ganhando cada vez mais destaque entre os festivais internacionais de cinema no mundo. O Brasil tem uma riquíssima variedade cultural, e possui excelentes atores, roteiristas e diretores da sétima arte. E uma dessas diretoras é a cineasta Lyria Garcia, nascida em Goiânia e radicada em Boston há 25 anos.

“Waysland” mostra o universo de vários imigrantes brasileiros que tentam uma nova vida nos Estados Unidos.

O filme conta a história da personagem Teresa Macedo, uma imigrante brasileira indocumentada, e interpretada pela atriz Daniela Escobar. Teresa trabalha como ajudante de cozinha em uma churrascaria, e seu sonho é se tornar recepcionista do restaurante de onde trabalha. Porém, a barreira da língua, ainda a impede de conquistar seu grande sonho. Mas essa realidade começa a mudar quando ela conhece Stella Monserrat, personagem vivida pela atriz norte-americana Kristina Horan. As duas se juntam e se tornam grandes amigas. Ambas estão passando por situações de vida semelhantes. Essa amizade se torna muito importante, porque esse é o apoio que as duas mulheres precisavam para atingir seus objetivos. Stella decide ajudar a amiga a se tornar fluente na língua inglesa. E Teresa é finalmente contratada para o emprego que tanto sonhou.

O filme “Waysland – We Will Find a Way” foi gravado nos Estados Unidos. E um dos objetivos do filme é mostrar a importância, e o papel que desempenham os imigrantes brasileiros nos Estados Unidos. A ideia é desmitificar o estereótipo tanto da mulher, quanto do homem, latino.

Um filme onde o homem não irá desempenhar o  papel clichê de um criminoso, e a mulher não será vista apenas pelo seu padrão estético. Mas sim, um filme que mostra a realidade do imigrante latino-americano  no exterior. Uma realidade de trabalho duro e honesto. E também, as histórias de apoio e amizade que acontecem diariamente na vida de muitos desses imigrantes.

O filme se passa em um dos momentos mais importantes da nossa sociedade. Onde a inclusão cultural e social está no auge no mundo do entretenimento.

“Esse país mudou muito desde quando cheguei aqui em 1996. Naquela época o imigrante disponibilizava apenas de subempregos. Agora uma geração de médicos, advogados, empresários e até políticos. Isso me dá orgulho, e quero mais, muito mais. Quero que o meu povo, meus conterrâneos sejam respeitados independente do trabalho que fazem. Eu como budista, acredito que não somos a nossa profissão, somos como tratamos a nós mesmos e como tratamos os outros. E o brasileiro, com raras exceções, é um povo esforçado e trabalhador. Enfim, esse filme é pra mostrar o valor que temos, e que trazemos para essa terra. Somos trabalhadores, guerreiros e temos um brilho único. E eu quero mostrar isso para o mundo. Seja parte dessa jornada comigo.”, disse Lyria Garcia, diretora e roteirista de “Waysland – We Will Find a Way”.

O filme @wayslandthemovie está em fase de pós-produção, e deve estrear em meados do mês de Maio nos Estados Unidos. E posteriormente, será lançado no Brasil e outros países.

Nesse meio tempo a diretora Lyria Garcia já tem planos de transformar o filme “Waysland – We Will Find a Way” em um longa-metragem onde contará histórias mais detalhadas sobre a realidade do imigrante aqui nos Estados Unidos.

About Author

Helena Martin

Helena Martin - Consultora de Moda & Stylist Boston-USA. Metropolitan Fashionista - Moda - Beleza - Arte. Meu instagram @metropolitanfashionista

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *