A singela flor branca e de aparência frágil faz parte das lindas tradições francesas. No Brasil, a Muguet também é chamada de Lírio-do-Vale. Mas na França essa linda flor é símbolo não somente dos trabalhadores, mas também da primavera que, em Maio, está em seu esplendor. E para comemorar essa delicada tradição, o Curso em Paris “Tour Art de La Table”, criado pelas especialistas Daniele Maia e Melissa Moutinho, lança o seu e.book “Esplendor Muguet, inspiração francesa” em homenagem à pureza dessa flor.

O objetivo do Curso @tourartdelatable é oferecer aos participantes a oportunidade de vivenciar o verdadeiro savoir-faire francês da arte de receber à mesa através de experiências únicas. É uma formação contemporânea com bases na história e cultura francesa.

Melissa Moutinho – co-founder e responsável pedagógica do Tour Art de La Table. Especialista em Etiqueta e na Arte de Receber, com certificação em “Protocole et Art de La Table” em Paris/ França, além de diversas capacitações nacionais na área. @melissamoutinho é formada em Design de Interiores e habilitada como Personal Organizer, possui a expertise da “Art de La Table”. Ministra palestras e consultorias sobre a arte de receber, etiqueta à mesa e comportamental, através de uma abordagem contemporânea e dinâmica.

Daniele Maia é fundadora da DMHLuxury Consulting e co-founder do Tour Art de La Table. Carioca multilíngüe com um perfeito conhecimento da indústria do luxo e seus códigos, projeta itinerários centrados na arte de viver e na excelência francesa para clientes internacionais. @dmhluxury possui MBA em Marketing & Gestão de Luxo, adquirido após uma carreira profissional em instituições e marcas de prestígio. Com seu vasto conhecimento e gosto apuradíssimo tornou-se uma das melhores embaixadoras do luxo francês.

Sofisticadas experiências e visitas guiadas (com tradução) nos principais endereços do segmento são exclusividades delicadamente alinhadas durante o Curso “Tour Art de La Table”. Conteúdos programáticos que incluem aulas com fundamentos teóricos e dinâmicas práticas consolidam o conhecimento compartilhado com as alunas e agregam valor e alta performance na arte de receber.

O e.book “Esplendor Muguet, inspiração francesa” produzido por Márcia Ávila (Jornalista e Publicitária) @marciaavila.mktdeconteudo tem como objetivo compartilhar conteúdos repletos de história e delicadeza.

O Dia 1º de Maio é uma data especial para oferecer flores a quem se ama. Quando o feriado começa a raiar em Paris e nas outras cidades francesas, os vendedores dos pequenos buquês de Muguet já estão a postos espalhando esse ícone natural.

A tradição vem de longe. Na Roma antiga já se oferecia a flor em rituais de homenagem à deusa Flora, protetora da natureza. Para os Celtas, o primeiro dia do mês de Maio simbolizava a contagem regressiva para a chegada do verão. Dançava-se ao redor de árvores sagradas e eram oferecidos Muguets, considerados amuletos para espantar os maus espíritos.

Já no século XVI, o então rei da França, Charles IX, ganhou um ramo de Muguet, achou a flor linda e mandou oferecê-la a todas as moças solteiras no dia 1º de Maio. Mas a tradição começou a se firmar mesmo entre os franceses no final do século XIX, início do século XX. A Muguet traz sorte! 

 Muguet na perfumaria, « Dioríssimo »

 O icônico perfume Dioríssimo foi criado pelo perfumista Edmond Roudnitska e lançado em 1956 para a maison Dior. Na época Monsieur Christian Dior queria uma fragrância floral e recriar o cheiro do Muguet (Lírio-do-Vale) sua flor preferida. Dioríssimo foi o último perfume da maison antes do falecimento do estilista em 1957. O muguet é um dos códigos da Dior pois sempre foi um dos amuletos do saudoso Monsieur Christian Dior. Um vestido sem alças em seda creme, bordado com fios de lírios do vale e strass, foi feito sob medida para Françoise Arnoul.  A flor preferida de Christian Dior, “Muguet” é o nome da linha que ele apresentou para a primavera-verão de 1954. Um pouco antes do Outono-Inverno e da “Linha H” onde o tamanho e as curvas se desvanecem para dar lugar a uma estética dos anos 20.

O Muguet na Arte à Mesa

Na arte a mesa e decoração de casa temos a Dior Maison orquestrada pela talentosíssima Cordelia de Castellane que assinou uma linha de louças desenhadas a mão e totalmente dedicada a Lilly of the Valley », nome também da coleção.

Uma flor simples e delicada que se tornou um código de luxo!

About Author

Márcia Ávila

Jornalista e Editora da Magazine Lifestyle com pós-graduação em Gestão Organizacional (Adm. de Empresas) e Especialização em Inteligência Competitiva (Eng. de Produção). @marciaavila.mktdeconteudo

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *