A Colômbia é um país referência na produção de café. A qualidade dos grãos e a fertilidade da terra em suas diferentes regiões fazem dessa iguaria um destaque na economia agropecuária e nos resultados anuais do PIB da Colômbia. O país é hoje o terceiro maior produtor de café do mundo, sendo o líder global na produção de café suave. Dados mais recentes da Federação Nacional dos Cafeicultores da Colômbia (Fedecafe) revelam que a produção atingiu 4,5 milhões de sacas entre Janeiro e Maio desse ano.

A Zona Cafetera da Colômbia tem montanhas forradas de cafezais, fazendas históricas, hospedagens tradicionais e uma linda vila colonial. O país está entre os cinco maiores produtores mundiais, segundo no tipo arábica, atrás do Brasil.

O “Triângulo do Café” da Colômbia é um roteiro turístico imperdível. O lugar abriga ampla infraestrutura para receber o turista. São mais de 300 estabelecimentos hoteleiros (entre eles, alguns luxuosos hotéis-fazenda), diversos passeios guiados por cafezais, aulas de degustação de café, trilhas para passear a cavalo e uma farta e saborosa culinária tropeira. O primeiro passo, ao desbravar a região, é visitar o “Recuca” (Recorrido de la Cultura Cafetera), um passeio que leva os turistas para uma fazenda de 35 hectares no município de Calarcá e promove uma aula completa sobre o universo do café. No roteiro, há visitas guiadas a cafezais.

A Zona Cafetera, ou Eje (Eixo) Cafetero, compreendida entre os departamentos de Caldas, Risaralda e Quindío, é o coração das plantações. E, com o desenvolvimento do turismo no país, muitas fazendas têm aberto as portas aos visitantes, com bonitos espaços de degustação que se aproveitam das belíssimas vistas que a geografia montanhosa proporciona.

A variedade nacional é 100% arábica, com maior acidez e maciez, melhor qualidade da infusão, aroma intenso e menor concentração de cafeína, o que a torna uma opção mais saudável. Algumas das variedades de café que a Colômbia possui são orgânicas, nativas, solúveis, liofilizadas, torradas e moídas. E as denominações de café são de acordo com a origem de sua produção. É o caso dos:

Café de Origem Cauca: A região montanhosa e vulcânica do Maciço colombiano faz de Cauca o cenário ideal para 95 mil cafeicultores colherem café de alta altitude, suave e rico em nutrientes, com um aroma característico de caramelo pronunciado.

Café de Origem do Santander: O clima temperado/seco e a alta radiação solar fazem deste departamento, pioneiro no cultivo do café, um local perfeito para produzir um café com aroma e fragrância pronunciados, acidez média e corpo alto. Além disso, as florestas nativas da região imprimem notas de ervas e sensações cítricas a esta deliciosa bebida nativa de 69 municípios de Santander.

Café de Origem da Huíla: Vales férteis e vulcões cobertos de neve oferecem os nutrientes necessários para que o café possa ser cultivado neste departamento durante todo o ano. são 67 mil as famílias cafeicultoras que produzem o Café de Origem Huila, caracterizado por seu aroma forte, acidez média/alta e corpo médio.

Origem Café de Antioquia: Nesta área de diversidade geográfica e climática, 92 mil famílias cafeicultoras produzem uma grande variedade de café em pequenas parcelas caracterizadas pelo seu sabor único. O Café de Origen de Antioquia é reconhecido por ser um refresco com notas doces, aroma levemente sulfuroso e herbal, acidez e corpo médios.

“A Colômbia é considerada uma despensa agrícola do mundo. Segundo a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), a expansão das terras cultiváveis destinadas à produção de alimentos continuará aumentando. Nos próximos 30 anos, os países em desenvolvimento precisarão de mais 120 milhões de hectares para cultivos”, assegurou a diretora da ProColombia, Flavia Santoro. Como parte do Governo e do Ministério de Comércio, Indústria e Turismo da Colômbia, a ProColombia trabalha para promover o país como sendo um destino líder para o investimento estrangeiro direto, para o turismo internacional e como um fornecedor de patamar mundial de exportações não mineradoras.

Você sabia que o café é considerado patrimônio imaterial e paisagem cultural cafeeira na colômbia?  Em 2011 a paisagem cultural do café da Colômbia foi inscrita pela UNESCO na Lista do Patrimônio Mundial da Humanidade.

No país existe o Parque del Café, um complexo temático dedicado à essa iguaria das terras colombianas. A cada ano cerca de um milhão de turistas visitam o Parque para aprender tudo sobre o café e desfrutar de uma experiência inesquecível.

About Author

Márcia Ávila

Jornalista e Editora da Magazine Lifestyle com pós-graduação em Gestão Organizacional (Adm. de Empresas) e Especialização em Inteligência Competitiva (Eng. de Produção). @marciaavila.mktdeconteudo

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *