É impressionante como falamos de mudança, mas mesmo assim, na vida prática é tão difícil mudar. E para nós mulheres, dizer “não” é basicamente impossível.

“O segredo da mudança é focar toda sua energia, não em lutar contra o antigo, mas em construir o novo.”. Essa frase do filósofo Sócrates expressa o quanto uma mudança exige foco para que possamos nos reinventar sempre!

A Mudança é inevitável, não existe outra escolha a não ser o fato que todos nós precisamos aprender a lidar com ela. Mesmo vivendo em um mundo mudando em alta velocidade, porque temos tanto medo de mudar? Porque sofremos quando precisamos sair de nossa “zona de conforto”?

Como mentora de imagem e comportamento eu preciso dizer que inúmeras clientes que me procuram reclamam que não conseguem mudar, ou seja, elas desejam ter uma nova atitude diante da vida, mas não estão conseguindo mudar seus hábitos.

Por exemplo: “Eu quero mudar meu estilo de vida, mas não consigo!”, “Eu quero me cuidar mais, mas é difícil priorizar as minhas necessidades!” ou “Eu preciso fazer uma transição de carreira, mas não sei por onde começar, pois estou muito apegada à minha atual profissão!”.

Como fazer pra mudar um hábito? O primeiro passo para mudar um hábito é focar no “gatilho”, ou seja, é preciso eliminar o que te leva aquele hábito que você deseja mudar. Por exemplo: se você deseja desenvolver sua autoestima, mas não está conseguindo, é preciso entender quais são os “gatilhos” que estão destruindo a sua autoestima. Porque você não está se cuidando como deveria? Porque você não consegue tirar uma hora por dia para limpar sua pele, fazer uma hidratação bacana no cabelo ou ler um livro? Mas se coloca sempre disponível para ir ao supermercado quando sua vizinha pede ou sair com uma amiga pra ajudar escolher um vestido de festa? Essas reflexões precisam ser feitas, pois nós mulheres somos “donas” de priorizar as necessidades dos outros, em detrimento de nossas próprias necessidades.

Mulher realmente é um “bicho esquisito”, não é mesmo? Ela sempre faz tudo pelos outros e esquece de si mesma. A impressão que eu tenho é que o primeiro passo para a mudança é aprender a dizer “Não” sem culpa!

About Author

Val Dantas

Criadora de Conteúdo e Designer de Interiores, apaixonada por moda, inspirando mulheres de 50+ a acreditar mais em si mesmas. @valdantas_oficial

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *