A Chanel lançou um colar de diamantes de 55 quilates para centenário de seu mais famoso perfume, o N° 5. A joia fabulosa que foi criada especialmente para celebrar o Centenário da fragrância foi lapidada em formato octogonal, fazendo alusão direta ao frasco do perfume, pesando cerca de 55 quilates, contornado por mais de 104 diamantes redondos e outros 42 no centro do colar.

Criado em 1921, o N° 5, o primeiro perfume da Maison tinha uma composição radicalmente diferente. Ao contrário das fragrâncias geralmente encontradas na época, não exalava um aroma específico. Assim como os vestidos de Chanel, este perfume também foi construído, a partir de uma fragrância misteriosa e abstrata.

Gabrielle Chanel chama Ernest Beaux para criar “um perfume de mulher com cheiro de mulher”, raro e poderoso. O perfumista lhe propõe uma composição visionária que apela para um uso inédito dos aldeídos. Mademoiselle aprova a versão número 5 da fragrância e decide guardar este número como um talismã.

O frasco e a embalagem do Chanel N° 5 traduziram a alma inovadora de Gabrielle. Ao contrário dos recipientes ornamentados na época, o frasco de Chanel era quadrado com linhas reticentes e angulares representando a Place Vendôme. Sua resposta aos nomes florais e evocativos foi a abstração de um número, seu número da sorte. A caixa de papelão branco com bordas pretas era minimalista, assim como a pureza do desenho gráfico era revolucionária para sua época.

A natureza irreverente dessas escolhas espelhava a criatividade de sua abordagem da moda. Concebida como uma extensão do vestuário e ponto correspondente para indicar sua visão de modernidade, Chanel fez do N° 5 sua assinatura.

Para este novo produto, ela escolheu um frasco radical, ornamentado com uma etiqueta branca e um cabochão facetado. Em 1986, Jacques Polge, perfumista da marca desde 1978, reinterpreta a divisão olfativa de seu antecessor para apresentar uma versão mais ampla de N°5: A Eau de Parfum.

O Chanel  N° 5 era o perfume  mais vendido do mundo quando Marilyn Monroe fez uma confissão íntima, que o transformou em uma lenda para sempre.

“Apenas duas gotinhas de Chanel nº 5”. Foi com esta provocativa frase que, durante uma entrevista, Marilyn Monroe descreveu o que vestia para dormir e imortalizou o perfume da Maison francesa.

About Author

Dani Maia

Fundadora do DMHLuxury Consulting Paris, Business Experiences: Fashion | Beauty | Lifestyle| Travel (França) e sócia- fundadora do “Tour Art de La Table” em Paris. Meu instagram @dmhluxury

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *